CEQUAM

Centro de Estudos em Qualidade Ambiental

CEQUAM

Conheça o CEQUAM

O Centro de Estudos em Qualidade Ambiental (CEQUAM) foi construído com recursos da CT-INFRA/FINEP 2006-2007 e da UNIFEI, sendo inaugurado em 14/12/2012. Ele é um Centro voltado ao diagnóstico, prognóstico, monitoramento e recuperação da qualidade ambiental, envolvendo água, ar, solo, biota, geoprocessamento e políticas ambientais. 

São objetivos do CEQUAM:

CEQUAM

Assim, envolve as atividades nas áreas de:

Pesquisa

Desenvolvimento de pesquisas em diferentes níveis (iniciação científica, trabalho final de graduação, mestrado e doutorado) dentro da temática de qualidade ambiental e associadas a projetos integradores.

Ensino

Apoio de estrutura de salas e laboratórios para as aulas do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Mestrado Profissional em Engenharia de Materiais e Mestrado Profissional em Engenharia Hídrica, dos cursos de graduação do Instituto de Recursos Naturais e de possíveis cursos de especialização em qualidade ambiental.

Extensão

Desenvolvimento de projetos de extensão envolvendo ações sociais e tecnológicas na linha temática de qualidade ambiental e apoio de análise laboratoriais e consultoria aos serviços prestados pelas Empresas Jr dos diferentes cursos da UNIFEI e pelo NEIRU e CERPCH, além de outros centros da universidade, dentro do escopo de qualidade ambiental.

Integrantes

Os integrantes do CEQUAM envolvem docentes da área de qualidade ambiental e os alunos que desenvolvem pesquisa e extensão nesta área. Conheça um pouco mais de cada um!

CEQUAM - Integrantes - Eliane Guimarães Pereira Melloni

Eliane Guimarães Pereira Melloni

Formação: Engenheira agrônoma, mestre e doutora em Agronomia

Área de atuação: Manejo e conservação do solo

email: elianegp@unifei.edu.br

CEQUAM - Integrantes - Maria Rita Raimundo e Almeida

Maria Rita Raimundo e Almeida

Formação: Engenheira Ambiental, mestre em Meio Ambiente e Recursos Hídricos e doutora em Ciências da Engenharia Ambiental

Área de atuação: Instrumentos de Políticas Ambientais

email: mrralmeida@unifei.edu.br

CEQUAM - Integrantes - Márcia Matiko Kondo

Márcia Matiko Kondo

Formação: graduação em Química, mestrado em Química e doutorado em Engenharia Ambiental.

Área de atuação: Qualidade da Água

email: mmkondo@unifei.edu.br

CEQUAM - Integrantes - Milady Renata Apolinário da Silva

Milady Renata Apolinário da Silva

Formação: Licenciada em Química, Doutora em Química

Área de atuação: Tratamento de água e efluentes, materiais para remediação ambiental, ensino de química, formação de professores, STEM.

Linkedin: 
linkedin.com/in/miladyapolinario

email: milady@unifei.edu.br

CEQUAM - Integrantes - Rogério Melloni

Rogério Melloni

Formação: Engenheiro agrônomo, mestre e doutor em Agronomia 

Área de atuação: Indicadores microbiológicos da qualidade do solo e da água

email: rmelloni@unifei.edu.br

CEQUAM - Integrantes - Vanessa Silveira Barreto Carvalho

Vanessa Silveira Barreto Carvalho

Formação: Meteorologista, Mestre em Engenharia Mecânica e Doutora em Meteorologia.

Área de atuação: Qualidade do Ar e Modelagem Atmosférica

email: vanessa.silveira@unifei.edu.br

Laboratórios

Laboratório de análises químicas do solo

Coordenação: Prof. Eliane Pereira Guimarães Melloni

Laboratório de análises químicas do solo

Este laboratório foi criado para realizar análises químicas do solo dando suporte aos trabalhos de pesquisa, ensino e extensão. As análises químicas determinadas no laboratório vão desde a fertilidade básica até a determinação de metais contaminantes do solo. Com isso temos um laboratório voltado para a determinação da qualidade química do solo em análises ambientais e, por outro lado, um laboratório regional para auxílio aos agricultores na tomada de decisões no que se refere à fertilidade do solo.

Laboratório de física do solo

Coordenação: Prof. Eliane Pereira Guimarães Melloni

Laboratório de física do solo

Esse laboratório, que se dedica às atividades de ensino, pesquisa e extensão, está voltado para as análises físicas da qualidade do solo e também complementam as informações necessárias para o cálculo da fertilidade do solo. Portanto, as análises realizadas nos laboratórios de solo auxiliam na tomada de decisões quanto às questões ambientais e também atuam no âmbito regional para auxiliar na busca de uma agricultura com maior valorização do meio ambiente, principalmente a conservação do solo. 

Laboratório de microbiologia ambiental

Coordenação: Prof. Rogério Melloni

Laboratório de microbiologia ambiental

O Laboratório dá suporte aos trabalhos de pesquisa e extensão relacionados à qualidade do solo e da água. Na microbiologia do solo, os estudos estão voltados ao uso de bioindicadores microbiológicos para levantamento da qualidade do solo, em áreas naturais ou implantadas, em estágios diferentes de degradação. Especificamente, atributos relacionados à determinação de atividade e biomassa microbianas, e grupos vinculados aos ciclos do C, N e P, além daqueles formadores de simbioses (fixadores de N2 e fungos micorrízicos). Na microbiologia da água, o laboratório fornece condições para as análises de bactérias do grupo coliformes e de E. coli (contaminação fecal).

Laboratório de análise de água

Coordenação: Prof. Milady Renata Apolinário da Silva

Laboratório de análise de água

Neste Laboratório desenvolvemos processos para tratamento de água e efluentes, principalmente efluentes complexos utilizando processos oxidativos avançados e/ou combinações com processos físico-químicos e/ou biológicos. Também desenvolvemos materiais para serem utilizados no tratamento de água e efluentes, assim como reatores. Temos potencialidade para desenvolver métodos para tratamento de água e efluentes, fazer análises físico-química de água e efluentes, como DQO, DBO, metais e análise de carbono orgânico total (TOC). Desenvolvemos metodologia para ensinar crianças e adolescentes a cuidarem do ambiente motivando-se por carreiras de ciências e engenharia.

Laboratório computacional de qualidade do ar e políticas ambientais

Coordenação: Professoras Maria Rita Raimundo e Almeida e Vanessa Silveira Barreto Carvalho.

Laboratório computacional de qualidade do ar e políticas ambientais

O Laboratório dedica-se às atividades de pesquisa e extensão relacionadas à qualidade do ar e às políticas ambientais. No que se refere à qualidade do ar, trabalhamos com diagnóstico, a partir da avaliação de dados e aplicação de métodos estatísticos, e prognóstico, a partir da utilização de modelos de dispersão atmosférica. No que se refere às políticas ambientais, trabalhamos principalmente na análise da efetividade da prática dos diferentes instrumentos, buscando propor melhorias para a atuação do setor público seja no desenvolvimento de legislações ou no fortalecimento da gestão ambiental.

Projetos

Descrição: O objetivo da presente pesquisa é avaliar a efetividade da AIA praticada no estado de Minas Gerais, mais especificamente a AIA no âmbito da Superintendência Regional de Regularização Ambiental (Supram) Sul de Minas, com sede na cidade de Varginha, escolhida por contemplar os empreendimentos licenciados na região de Itajubá. A análise da efetividade da AIA acontecerá por meio da avaliação das diferentes etapas da AIA como triagem, escopo, estudo de impacto, participação e monitoramento.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (4) .

Integrantes: Maria Rita Raimundo e Almeida – Coordenador / Guilherme Henrique Santos Cruz – Integrante / Leonardo Silva dos Santos – Integrante / Douglas Peterson Munis da Silva – Integrante / Thereza Isabelle Silva dos Santos – Integrante / Jordana Fabricia do Nascimento – Integrante / Karen Auxiliadora Guimarães – Integrante / Maria Paula Ribeiro de Souza – Integrante / André Shindi Hartilek Oizumi – Integrante / Amanda Aparecida Lisboa – Integrante.

Descrição: O objetivo deste projeto de extensão é realizar um diagnóstico sobre a atuação do CODEMA de Itajubá e melhorar a atuação dos membros dos demais órgãos municipais de meio ambiente das cidades da região de Itajubá. Espera-se como resultado deste projeto de extensão melhorar a atuação dos órgãos ambientais municipais e aumentar o conhecimento dos participantes que pode ser aplicado de maneira prática na sua atuação e, assim, melhorar a gestão ambiental em nível local e a realização de ações mais concretas em prol da preservação e cuidado com o meio ambiente.

Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Alunos envolvidos: Graduação: (4) .

Integrantes: Maria Rita Raimundo e Almeida – Coordenador / Marcia Viana Lisboa Martins – Integrante / Gabriel Siqueira Brasilio – Integrante / Nathalia Cristina de Souza Silva – Integrante / Milena de Souza Oliveira – Integrante / Tiago Rocha da Silva – Integrante.

Descrição: A oliveira é uma planta de clima temperado, necessitando de baixas temperaturas no período que antecede a floração para ocorrência de produções satisfatórias. Embora as condições de temperatura e de incidência de chuvas observadas em microrregiões de Minas Gerais não apresentem características de clima mediterrâneo, considerado o mais apropriado ao cultivo desta planta, no Sul de Minas Gerais, a ocorrência de baixas temperaturas é suficiente para quebra de dormência das plantas, com produção de azeitonas nestas áreas. A produção de mudas de boa qualidade é fundamental na implantação do pomar e a associação com fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e bactérias rizosféricas, de importância conhecida no desenvolvimento de plantas, pode ser uma alternativa nunca antes estudada no Brasil. A proposta de avaliação da associação conjunta entre FMAs e bactérias rizosféricas se deve ao fato dos primeiros atuarem em plantas com sistema radicular já formado, enquanto as segundas na promoção e surgimento das raízes. Estudos de enraizamento e aceleração da produção de mudas de oliveira devem ser estimulados, e este é o propósito deste projeto, de forma a contribuir para a oferta de alternativas ao hormônio atualmente utilizado no enraizamento, ácido indol-acético (AIB) e possibilidade de melhorias no difícil processo de enraizamento de estacas da oliveira..

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Rogério Melloni – Coordenador / Eliane Guimarães Pereira Melloni – Integrante / Luiz Fernando de Oliveira da Silva – Integrante / Emerson Dias Gonçalves – Integrante / Samara Maria Lopes Costa – Integrante.

Financiador(es): Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão de Itajubá – Auxílio financeiro.

Descrição: A partir de ações de educação socioambiental, o projeto tem por objetivo geral analisar e sinalizar uma trilha caminhável de 8 quilômetros, localizada na zona rural do município de Delfim Moreira. Em meio à uma área de comunidades rurais e vegetação nativa da Mata Atlântica, tal trilha buscará ligar o complexo de cachoeiras da região da Boa Esperança (Bairro Buriqui), ao Mirante do Balanço Infinito (Bairro São Francisco dos Campos), localizado na crista da Serra da Mantiqueira, próximo da divisa entre os Estados de Minas Gerais e São Paulo. Do ponto de vista metodológico, estão previstas 6 fases de ação e 3 ações permanentes, distribuídas ao longo de 9 meses de trabalho, todas elas com resultados esperados correspondentes a seus objetivos fins: 

Fase 1 – Contato com a Prefeitura Municipal de Delfim Moreira e aproximação com o campo; 

Fase 2 – Reconhecimento, diagnóstico e limpeza da trilha; 

Fase 3 – Inventário e organização de dados culturais, históricos, ambientais e geográficos da área foco do projeto; 

Fase 4 – Proposta de criação de elementos de sinalização da trilha (placas e setas indicativas, totens de interpretação histórico-cultural e ambiental e mapas de percurso); 

Fase 5 – Instalação da sinalização e Fase 6 – Oferta de mini-curso em educação socioambiental para agentes de desenvolvimento e educadores do município de Delfim Moreira e público geral e apresentação da trilha à comunidade..

Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.

Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Rogério Melloni – Integrante / Hisaías de Souza Almeida – Integrante / Paulo Cezar Nunes Junior – Coordenador / Rafael de Paiva Pereira Thiers Vieira – Integrante / Marcela Agudo – Integrante.

Descrição: A combinação de relevo acidentado, formado por profundas depressões e planaltos, com chuvas extremas constitui condições propícias para deflagrar desastres do tipo enchentes em grande parte da bacia do Rio Paraíba do Sul. Além disso, as frequentes passagens de frentes frias e o estabelecimento da Zona de Convergência do Atlântico Sul proporcionam altos volumes de chuva sobre estas regiões. A vulnerabilidade se configura quando as inundações encontram populações ou construções no seu caminho. Nesse contexto, a UNIFEI em parceria com a AGEVAP e com apoio do CNPq, através do Programa Doutorado Acadêmico para Inovação, desenvolverá esse projeto para desenvolvimento de uma plataforma de previsão de vazões na bacia do rio Paraíba do Sul, baseada na integração entre modelos atmosféricos e hidrológicos, com objetivo de apoiar ações de prevenção a desastres naturais de inundações na bacia.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .

Integrantes: Vanessa Silveira Barreto Carvalho – Coordenador / Bruno de Campos – Integrante / Benedito Cláudio da Silva – Integrante / Michelle Reboita – Integrante / Débora Martins de Oliveira – Integrante.

Número de orientações: 2

Descrição: O objetivo do projeto é utilizar ferramentas de modelagem global para dar suporte na avaliação e quantificação das pressões hidrológicas exercidas sobre bacias em todo o mundo. Uma estimativa consistente e confiável da pressão hidrológica é um pré-requisito para a avaliação da vulnerabilidade e resiliência às múltiplas pressões sobre o meio ambiente. Como a pressão hidrológica está intimamente associada a eventos extremos em diferentes escalas no espaço e no tempo, uma perspectiva multi-escala será adotada. Serão aplicados modelos hidrológicos existentes em escala global e local, acoplados em ferramentas inovadoras para apoiar as decisões dos usuários finais. O desempenho global do modelo World-Wide HYPE1 (WW-HYPE) será melhorado, e novos dados de forçamento e melhores procedimentos de calibração. Será dada atenção especial às aplicações específicas do local onde o desempenho do WW-HYPE será comparado com modelos adaptados localmente, por exemplo MGB-IPH e HBV3. Os casos locais abrangem diferentes características climáticas, aéreas e topográficas para que o WW-HYPE possa ser adaptado a diferentes características e possa ser usado para apoiar a vulnerabilidade local, resiliência e avaliação de risco em regiões de difícil acesso, bem como contribuir com ferramentas para adaptação e apoio à decisão. No Estado de Minas Gerais os modelos serão aplicados às bacias do Rio São Francisco, por sua abrangência territorial e importância para MG, e Rio Sapucaí, por ser representativa das regiões montanhosas de grande parte do Estado. Além disso, ambas as bacias são suscetíveis a eventos extremos de seca e inundação. As duas bacias serão simuladas através do modelo hidrológico MGB-IPH, que será usado para assimilar previsões numéricas de tempo e clima, em horizontes de 10 dias e 4 meses. Dessa forma, serão geradas previsões de vazão e nível d’água visando subsidiar usuários e tomadores de decisão frente a ocorrências de eventos de cheias ou secas severas. Processo número: APQ-04377-18..

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Vanessa Silveira Barreto Carvalho – Integrante / Michelle Simões Reboita – Coordenador / Benedito Cláudio da Silva – Integrante / Nivea Adriana Dias Pons – Integrante / Daniela Rocha Teixeira Riondet Costa – Integrante.

Número de orientações: 1

Descrição: Este projeto visa o desenvolvimento de tratamento de efluentes utilizando processos oxidativos avançados e processos convencionais como fisico-quimico e biológico. Visa também o uso de rejeitos para a produção de biogás.

Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Milady Renata Apolinário da Silva – Coordenador / David Falcão da Luz Monteiro (IC); Isabele de Faria Barros (IC); Laila Maciel (TFG); Mariana Gomes da Silva (TFG); Vinicius Camargo (TFG); 

Financiador(es): Universidade Federal de Itajubá – Auxílio financeiro.

Descrição: Este projeto preparará um curso on line e uma página para digital para capacitar técnicos, alunos, pesquisadores sobre os cuidados no gerenciamento, manipulação e armazenamento de substâncias químicas.

Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.

Alunos envolvidos: Graduação: (5): Sarah (TFG) ; Ana Gabrielli (IC), Larissa (TFG), 

 

Integrantes: Milady Renata Apolinário da Silva – Coordenador / JANAINA CONRADO LIRA FONSECA – Integrante / Marcia M. Kondo – Integrante.

Financiador(es): Universidade Federal de Itajubá – Auxílio financeiro.

Publicações

SILVA, M. L. MACEDO; ALMEIDA, M. R. R. Aplicação da norma ISO 14001 para a rede varejista. In. CARMOS, A. M. L. et al. Justiça climática no antropoceno. Ed.1, Muzambinho, IFSULDEMINAS, 2022, p.364-377 ISBN 9786588862148.

 

FREITAS, ALINE A. ; DRUMOND, ANITA; CARVALHO, VANESSA S. B.; REBOITA, MICHELLE S.; SILVA, BENEDITO C.; UVO, CINTIA B.. Drought Assessment in São Francisco River Basin, Brazil: Characterization through SPI and Associated Anomalous Climate Patterns. Atmosphere, v. 13, p. 41, 2022. DOI: https://doi.org/10.3390/atmos13010041.

 

SANTOS JUNIOR, E. R.; MENDONÇA, N. F.; ALMEIDA, M. R. R. Educação ambiental no contexto pandêmico: aspectos gerais e o caso de São Carlos (SP). Revista Brasileira de Educação Ambiental, v.17, n.2, p.415-432, 2022. DOI: https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12695 

 

OLIVEIRA FILHO, R. A.; CARVALHO, V. S. B.; REBOITA, M. S.. Evaluating the Global Forecast System (GFS) for energy management over Minas Gerais State (Brazil) against in-situ observations. Atmosfera, v. 35, n. 2, p. 357 -376, 2022. DOI: https://doi.org/10.20937/ATM.52916.

 

ALMEIDA, M. R. R.; VERONEZ, F. A.; MALVESTIO, A. C. O ensino da Avaliação de Impacto Ambiental no Brasil: será só um faz de conta? Ambiente e Sociedade, 2022 (no prelo).


VERONEZ, F. A; ESTEVAM, M. S. S.; ALMEIDA, M. R. R. Triagem no licenciamento ambiental do estado do Espírito Santo: a prática para Centrais Geradoras Hidrelétricas. Sustentabilidade em Debate,  v. 13, p. 166-180, 2022. DOI: https://doi.org/10.18472/SustDeb.v13n1.2022.40633

FREITAS, I. C.; MELLONI, E.G.P.; MELLONI, R.. AGREGAÇÃO DE SOLO EM PASTAGENS SOB DIFERENTES ÍNDICES DE QUALIDADE E SUA INFLUÊNCIA NA INFILTRAÇÃO DE ÁGUA. REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA FÍSICA , v. 14 , p. 1972 -1986 , 2021.

 

PASSOS, KÉVILA KELMA NASCIMENTO SILVA DOS; Silva, Milady Renata Apolinário da. Análise de uma sequência didática para o estudo em Ictiologia por meio de ludicidade e metodologias ativas com base na BNCC e na abordagem CTSA. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 10 , p. e18101421464 , 2021.

 

SILVEIRA, W. W.; CARVALHO, V. S. B.. Avaliação das Condições Meteorológicas Simuladas pelo Modelo WRF na Região Metropolitana do Rio de Janeiro em Dias Com Altas Concentrações de Poluentes. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 32 n.2, 2021. https://doi.org/10.1590/0102-77863620067.

 

FERREIRA, P.; GUIMARÃES, K. A.; ALMEIDA, M. R. R. Capacidade de Visitação em Unidades de Conservação: metodologias de estimação. Revista De Ciências Ambientais (UNILASALLE), v. 15, p.1 -14 , 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.18316/rca.v15i1.7035

 

SANTOS, MATHEUS GABRIEL GUARDIANO DOS; Gimenes, Rossano; SILVA, MILADY RENATA APOLINÁRIO DA. Construção de uma sequência didática sobre química dos solos usando a metodologia STEM: Análise das competências da BNCC e dos elementos da abordagem CTS. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 10 , p. e34110515024 , 2021.

 

DE PAULA CORRÊA, MARCELO; MARCIANO, ALEXANDRE GERMANO; CARVALHO, VANESSA SILVEIRA BARRETO; DE SOUZA, PLÍNIO MARCOS BERNARDO ; DA SILVEIRA CARVALHO RIPPER, JÚLIA ; BRETON, LIONEL; ROY, DANIEL; DE VECCHI, RODRIGO. Exposome extrinsic factors in the tropics: the need for skin protection beyond solar UV radiation. Science of the total environment, v. 782, p. 146921 , 2021. https://doi.org/10.1016/j.scitotenv.2021.146921

 

DOMINGOS, M. M.; MELLONI, R.; FERREIRA, G. M. R.. EXTRATOS VEGETAIS NO CONTROLE DO FUNGO Fusarium oxysporum E SEU EFEITO SOBRE FUNGOS MICORRÍZICOS ARBUSCULARES EM PLANTAS DE MILHO. Revista Brasileira de Agroecologia (Online) , v. 16 , p. 132 -142 , 2021.

 

MACIEL, F. M.; SARTIM, R.; MARTINS, L. D.; CARVALHO, V. S. B. ; PEDRUZZI, R. ; ANDREÃO, W. L. ; ABREU, G. C.; DE A. ALBUQUERQUE, T. T. . Impact of emission control strategies on air quality: a case study in Piracicaba, São Paulo-Brazil. International Journal of Environmental Science and Technology, 2021. https://doi.org/10.1007/s13762-021-03441-9.

 

RAMOS, P. P. et al.. ISOLAMENTO, CARACTERIZAÇÃO DE RIZOBACTÉRIAS E ANÁLISE DA PRODUÇÃO DE ÁCIDO INDOLACÉTICO VISANDO AO ENRAIZAMENTO DE ESTACAS DE OLIVEIRA  (Olea europaea L.). CIENCIA FLORESTAL , v. 31 , p. 1612 -1630 , 2021.

 

SANTOS, T. I. S.; VILASBOAS, T. F.; FERREIRA, P.; RIBEIRO, A. C.; ALMEIDA, M. R. R. Licenciamento Ambiental nos estados brasileiros: os procedimentos seriam os mesmos para uma rodovia? Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais, v.9 , p.142 -154, 2021. DOI: https://doi.org/10.9771/gesta.v9i3.45665

 

BERNARDI, Y. R; ALMEIDA, M. R. R. Licenciamento ambiental municipal: o caso de Uberaba/MG. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental, v.10 , p.182-202, 2021. DOI: https://doi.org/10.19177/rgsa.v10e42021182-202

 

MELLONI, R.; OLIVEIRA, L. A.; SILVA, N. P.. MICROBIOLOGIA DE AGREGADOS DE PASTAGENS ABANDONADAS, EM DIFERENTES ESTÁGIOS DE SUCESSÃO. RAMA – Revista em Agronegócio e Meio Ambiente , 2021.

 

MARCOS CERQUEIRA MENDES, L. M.; CARVALHO, V. S. B.; BOLZAN MARTINS, F.; TOLEDO DE ALMEIDA ALBUQUERQUE, T. Patterns related to the pollutant concentration data in the Metropolitan Area of Belo Horizonte, Brasil. Atmósfera, [S. l.], 2021. Disponível em: https://www.revistascca.unam.mx/atm/index.php/atm/article/view/53056. Acesso em: 5 apr. 2022.

 

FARIA, V. L.; MELLONI, R.; MELLONI, E.G.P. Qualidade do Solo sob Cultivo de Banana em Sistemas de Produção Orgânico e Convencional em Gonçalves (MG). REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA FÍSICA , v. 14 , p. 1206 -1219 , 2021.

 

MELLONI, E. G. P.; BARÃO, NAYADINI, W. ; TEIXEIRA, D. L. S ; PONS, N. A. D. Técnicas de geoprocessamento aplicadas ao estudo do conflito de uso do solo em microbacias do município de Senador Amaral – MG. REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA FÍSICA, v. 14, p. 439-454, 2021

 

SOARES, MELINA ESPANHOL et al.. Regeneration of transformer oil using a microemulsion with Triton X-100. BRAZILIAN JOURNAL OF CHEMICAL ENGINEERING , v. 3 , p. 1 -11 , 2021.

 

MELLONI, E.G.P. et al.. Soil catenas in a pilot sub-basin in the region of Itajubá, Minas Gerais state, Brazil, for environmental planning. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 42 , p. 1511 -1528 , 2021.

 

LIMA, O. et al.. SOIL CATENAS IN A PILOT HYDROGRAPHIC SUB-BASIN IN THE REGION OF ITAJUBÁ/MG FOR ENVIRONMENTAL PLANNING. SEMINA. CIÊNCIAS AGRÁRIAS (ONLINE) , v. 42 , p. 1511 -1528 , 2021.

 

ALMEIDA, M. R. R.; MALVESTIO, A. C.; VERONEZ, F. A. Teaching impact assessment: applying indicators of best practice principles to Brazil. Impact Assessment and Project Appraisal , v.39 , p.1 -11, 2021. DOI: https://doi.org/10.1080/14615517.2021.1968263

 

MELLONI, Eliane Guimarães Pereira et al.. Técnicas de geoprocessamento aplicadas ao estudo do conflito de uso do solo em microbacias do município de Senador Amaral – MG. REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA FÍSICA , v. 14 , p. 439 -454 , 2021.

 

DOS SANTOS, FÁBIO SOARES; ANDREÃO, W. L.; MIRANDA, G. A.; DE CARVALHO, A. N. M., PINTO, J. A.; PEDRUZZI, R., CARVALHO, V. S. B.; ALBUQUERQUE, T. T. A. Vehicular air pollutant emissions in a developing economy with the widespread use of biofuels. URBAN CLIMATE , v. 38 , p. 100889 , 2021. https://doi.org/10.1016/j.uclim.2021.100889

 

COSTA, WILLIAN GUIMARÃES DE CARVALHO; Silva, Milady Renata Apolinário da; SILVA, LUCAS CÉSAR DA. -Tratando a água-: Um jogo didático para o ensino de química com enfoque na abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade – CTS. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT , v. 10 , p. e35210414237 , 2021.

MATOS, M. F. et al.. Advances in the treatment of chemical waste generated by the Federal University of Itajubá (UNIFEI) and possible mitigation measures. Research, Society and Development , v. 9 , p. e149922164 , 2020.

 

PEREIRA, M. S.; ALMEIDA, M. R. R. Avaliação de Impacto Social: uma Revisão Sistemática no Contexto Internacional. Fórum Ambiental da Alta Paulista , v.16 , p.53-69, 2020. DOI: https://doi.org/10.17271/1980082716520202647

 

SILVA, T. A. C. et al.. Avaliação Da Qualidade De Solo De Área De Lixão Desativado: Uma Revisão De Literatura. REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA FÍSICA , v. 13 , p. 630 -640, 2020.

 

ALVES, G. P.; MARCONDES, A. L. S.; BUCCI, M. E. D.; ALMEIDA, M. R. R. A participação social nas audiências públicas nos processos de Licenciamento Ambiental de empreendimentos minerários em Minas Gerais. Revista Brasileira de Geografia Física, v.13, p.2154 -2169, 2020. DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v13.5.p2154-2169

 

Seguchi, Lucas Junji et al.. Degradation Caused by Partial Discharges in Insulation Oil: A Comparison Between Mineral and Vegetable Oils.. Lecture Notes in Electrical Engineering  ed. 1 , Springer International Publishing , 2020, p. 130-138 ISBN 9783030316792.

 

CRUZ, G. H. S.; ALMEIDA, M. R. R. Estudos de alternativas locacionais para aterros sanitários nos processos de Licenciamento Ambiental no Estado de Minas Gerais. Holos Environment (Online), v. 20, p.231-250, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v20i2.12371

 

OLIVEIRA, R. S.; ALMEIDA, M. R. R. Etapa pós-licenciamento no Estado de Minas Gerais: enfoque na SUPRAM TMAP. Holos Environment (Online), v. 20, p.584 -606, 2020. DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v20i4.12396

 

MELLONI, R. et al.. Formação de micorriza em variedades de oliveira (Olea europaea L.) com potencial de cultivo em Minas Gerais. CIENCIA FLORESTAL , v. 30 , p. 1255 -1265 , 2020.

 

MATOS, M. E. N.; ALMEIDA, M. R. R. Gerenciamento de risco no Licenciamento Ambiental: o caso do rompimento da Barragem de Fundão. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental, v. 9, p.442-463, 2020. DOI: https://doi.org/10.19177/rgsa.v9e42020442-463

 

FRANCO, C. A. A.; SAMPAIO, C. D. C; ALMEIDA, M. R. R. Licença Social para operar e impactos ambientais: uma revisão de literatura. RGSA (ANPAD), v. 13, p.60-78, 2020. DOI: https://doi.org/10.24857/rgsa.v13i3.2069

 

RAMALHO JUNIOR, RALF RICARDO; Silva, Milady Renata Apolinário da; OLIVEIRA, JANE RAQUEL SILVA DE. Química do Solo: produção de uma sequência didática pautada na abordagem ciência, tecnologia e sociedade. RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT, v. 9 , p. CC BY 4.0 , 2020.

 

RIBEIRO, LAUREN CAROLINE LIMA COSTA et al.. Sequência didática sobre genética utilizando Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) para alfabetização científica. Research, Society and Development , v. 9 , p. 143921786 -28 , 2020.

 

ESPANHOL-SOARES, MELINA et al.. Super-hydrophobic coatings on cotton fabrics using sol-gel technique by spray. JOURNAL OF SOL-GEL SCIENCE AND TECHNOLOGY , v. xx , p. xxx , 2020.

 

ESPANHOL-SOARES, MELINA et al.. Toxic compounds in a cutlery microenterprise: A case study. WORK-A Journal of Prevention Assessment & Rehabilitation , v. 65 , p. 377 -390, 2020.

 

CIRINO, M. M. M.; ROCHA, L. M.; SILVA, M. R. A.. TRATAMENTO DE EFLUENTES APLICANDO COMBINAÇÕES DE PROCESSOS CONVENCIONAIS E PROCESSOS OXIDATIVOS AVANÇADOS. REVISTA AUGUSTUS (UNISUAM. ONLINE) , v. 24 , p. 24 -37, 2020.

 

ALVES, N. F.; SILVA, C. R.; ALMEIDA, M. R. R. Uso de Geotecnologias e AHP na Identificação de Áreas Propícias à Implantação de Aterro Sanitário. Anuário do Instituto de Geociências, v.43, p.218-227, 2020. DOI: https://doi.org/10.11137/2020_1_218_227


CARVALHO, V. S. B.; MARTINS, F. B., SILVEIRA, W. W., CAMPOS, B.; SIMÕES, J. B. Variance analysis applied to ground-level ozone concentrations in the state of São Paulo, Brazil. BRAZILIAN JOURNAL OF CHEMICAL ENGINEERING , v. 37, n.3 , p. 503 , 2020. https://doi.org/10.1007/s43153-020-00045-7